Dragon-Ball-Xenoverse-

Analisar Dragon Ball Xenoverse é uma missão difícil para um fã de Dragon Ball.

O game para não fãs do anime e mangá talvez seja de medíocre para baixo. O modo de combate é repetitivo, com muitos botões a serem apertados ao mesmo tempo e mesmo assim não sendo balanceado da forma correta, a câmera é confusa, o cenário possui as famosas paredes (quase) invísiveis, as músicas do jogo são enjoativas, principalmente a da cidade principal e a dificuldade do jogo é relativamente elevada, o que pode ser positivo dependendo do ponto de vista, mas somado aos defeitos apontados, definitivamente o jogo passa a não ser uma boa opção.

MAS, a boa notícia é que mesmo com todos defeitos apontados facilmente em um parágrafo, Dragon Ball Xenoverse é lindo graficamente falando e te coloca no mundo da série como poucas vezes eu vi um jogo de anime fazer, se mostrando um jogo obrigatório para os fãs.

A primeira bela sacada de Dragon Ball Xenoverse é a possibilidade de criar um personagem customizado por você e que participará dos principais eventos da história.

O jogador pode escolher entre a raça Saiyajin (escolhi esta), Humano, Namekuseijin (raça do Piccolo), Majins ( raça do Majin Boo) e raça do Freeza.

A partir daí no modo história você participa da patrulha do tempo e passa por todas lutas principais de Dragon Ball Z com seu próprio personagem, sendo que diversos momentos você está lutando em parceria com os guerreiros Z.

Além disso o game tem uma pegada de MMORPG em que você pode equipar roupas, acessórios e itens que te ajudam nas lutas, sem falar que a cada vitória ou mesmo derrota você ganha pontos de experiência que podem ser distribuídos em atributos do seu personagem.

Mesmo com diversos defeitos de execução e mecânica, sendo fã da série você entra no mundinho de uma forma absurda. Ver o Goku se transformando em Super Saiyajin no jogo é tão empolgante quanto no anime, lutar contra Freeza e proteger Goku enquanto ele faz a Genkidama é muito legal e como os combates, apesar de repetitivos, são bem ágeis fica um climão muito bacana nos combates.

O jogo conta com missões paralelas onde você consegue itens e dinheiro, sendo essas missões bem repetitivas em grande parte, mas ainda se salvando algumas mais criativas como derrotar os inimigos em algum cenário enquanto você recolhe as esferas do dragão.

Dragon Ball Xenoverse está longe de ser perfeito e tirando a parte gráfica que está sensacional, provavelmente não é o melhor da série, mas joguei vários e esse foi junto com Dragon Ball Super Saiya Densetsu de SNES, o que me deixou mais imerso nos ambientes do anime.

O veredito é bem simples, recomendadíssimo para os fãs e não recomendado para não fãs.


Gostou do post? Então que tal seguir o nosso Twitter e curtir a nossa página no Facebook para você continuar acompanhando todos os nossos posts sobre coisas nerds e cultura pop em geral, diariamente, em suas redes sociais.


Se você tem alguma sugestão de post, dúvidas, críticas e elogios, nos envie um e-mail para [email protected]. Queremos ouvir você, sua opinião é sempre muito importante para nós!


Você já faz parte do nosso Grupo no Facebook? Faça já parte e interaja com os redatores e outros leitores do site! Link para o grupo: https://www.facebook.com/groups/elite42

REVIEW
Dragon Ball Xenoverse
7
Compartilhar
Artigo anteriorPrimeiras Impressões: Powers
Próximo artigoUm olhar crítico sobre o curta animado Me!Me!Me!