Evento | Comic Con Experience 2015 (CCXP 2015)

ccxp20151207-043CCXP 2015

O ano de 2015 vem sendo muito interessante para os amantes da cultura nerd / geek.

Os filmes de super-heróis continuam em alta, tivemos muitas séries fantásticas sendo lançadas, daqui poucos dias acontece a estreia de Star Wars: O Despertar da Força e rolaram muitos eventos bacanas como o FIQ, BGS, etc.

E com a realização do Omelete, Chiaroscuro Studios, PiziiToys e Spoladore Eventos, tivemos na semana passada a Comic Con Experience 2015 (CCXP 2015).

Alguns membros aqui do site tiveram a oportunidade de participar do evento.

Eu tive a oportunidade de comparecer na sexta-feira, 04/12, com acesso de imprensa, nossa querida especialista em cosplays, Tay Gomes e nosso amigo Lan Brandão comparecerão no sábado e domingo com entradas normais.

Na verdade minha credencial de imprensa dava acesso à quinta e sexta, mas com a correria do dia a dia e o obstáculo de morar em Belo Horizonte acabei optando por ir apenas na sexta-feira, sendo que no ano que vem pretendo realmente ir em pelo menos dois dias.

ccxp20151207-074

Dito isso relatarei minha experiência com o evento de uma forma mais descritiva, até para ajudar as pessoas que pretendem ir nas próximas edições (um mini guia), vale também mencionar que minha experiência pode ser um pouco diferente da maioria por esse acesso diferenciado como imprensa, o que não quer dizer que ele foi livre de problemas.

Desde já peço desculpa pelas fotos não tão boas tiradas direto do celular e muitas vezes com pressa pra dar conta de cobrir tudo ou abordando uma pessoa rapidamente.

Ano que vem prometo ir com uma câmera de verdade e melhor preparado para a cobertura.

Ao final do post tem uma galeria com todas as fotos do evento e durante o post temos algumas fotos meio que como um resumo.

Então vamos lá!

ccxp20151207-012

Trajeto BH – SP

Como decidi bem encima da hora o dia em que iria ao evento acabei indo de ônibus para São Paulo, partindo de BH 23:30 na quinta-feira e já de cara conheci dois caras muito gente boa que também estavam indo para a CCXP.

Um se chamava João e o outro Euller. João estava indo para dois dias de evento e coincidentemente Euller estava indo para um dia, partindo no mesmo ônibus que eu e retornando em um ônibus 30 minutos após o meu, então mais a frente acabamos combinando de voltar do evento para a rodoviária juntos.

Euller também não estava indo com ingresso normal, ele estava indo como expositor, a convite de um amigo da loja Best Toys (que por sinal tinha muita coisa bacana, que eu já tinha visto no FIQ, pois aparentemente eles tem algum tipo de parceria com A Casa dos Quadrinhos (desculpem não explicar isso bem, mas não lembro dos detalhes).

Cheguei em São Paulo por volta de 8 e meia da manhã e tudo transcorreu tranquilamente.

ccxp20151207-050Trajeto Rodoviária – Evento

Chegando em SP, eu e meus dois novos amigos pegamos uma baita fila para comprar o bilhete do metrô rumo a estação Jabaquara (obviamente ida e volta pra não enfrentar a fila novamente).

O metrô de São Paulo essencialmente é bem parecido com o de BH, com a diferença que ele é mais rápido e passa com uma maior frequência, mas também acredito que isso se faz necessário diante da população agressivamente maior.

O trajeto da estação Tietê (rodoviária) para estação Jabaquara me pareceu durar uns 30 minutos, não sei ao certo pois estava conversando com Euller e João; e vale mencionar que me pareceu que pela distância de metrô, um transporte rápido, esse trajeto de táxi deve ser extremamente caro e lento.

ccxp20151207-011Nosso colega João que ficaria dois dias no evento, desceu algumas estações antes da Jabaquara pois ainda passaria no hotel que reservou. E acabou que nos despedimos ali pois não nos encontramos durante o evento, mas os whatsapp foram devidamente adicionados. Euller prosseguiu comigo direto para a CCXP.

No próprio metrô já conseguimos ver algumas pessoas indo para o evento, então bastou meio que seguir essas pessoas e chegamos ao local onde algumas pessoas da organização do evento indicavam o caminho a seguir para pegar o ônibus especial para o evento.

A fila girava dois quarteirões, mas demos sorte que na sexta-feira não estava tanto calor quanto as pessoas relataram estar no sábado e mesmo essa fila gigante estava andando relativamente rápido por ser ônibus e não vans transportando a galera.ccxp20151207-031

Vale aqui um elogio a organização por colocar pessoas fora da estação Jabaquara indicando o caminho, mesmo que ele parecesse inicialmente meio óbvio.

Depois de aproximadamente 30 minutos na fila, eu e Euller pegamos o ônibus e para minha surpresa o evento é extremamente perto, talvez indo a pé não teríamos gastado os 30 minutos que ficamos na fila, no entanto talvez teríamos gastado o combustível das pernas reservado para caminhas na CCXP.

Então finalmente chegamos ao evento e fui logo pegando minha credencial de imprensa, enquanto Euller teve alguns problemas para conseguir sua credencial, o que nos fez separar até a hora da volta para BH.

E daqui segui sozinho para dentro da CCXP!cosplay-psylocke-tay-

Dentro da CCXP 2015

A caminhada do salão para pegar as credenciais até o evento me pareceu um pouco longa, mas aparentemente inevitável. Uma pequena crítica que faço aqui é que entrei facilmente no evento por causa da credencial, mas me pareceu que o pessoal que estava entrando pela entrada normal encarou mais uma fila básica e pelo que me relataram no sábado isso foi muito desgastante para as pessoas.

Tomara que isso melhore para o ano que vem pois muita gente pagou caro pelo ingresso e veio de outro estado para prestigiar o evento.

Nas minha caminhada tranquila até a caminhada para dentro do evento comecei a ouvir um rock ao longe, infelizmente esqueci a música, mas era muito boa e quando finalmente cheguei à entrada, posso dizer que a primeira visão do local foi ÉPICA!!!

ccxp20151207-001Logo de cara tem um “painel” de recepção gigantesco nos dando as boas vindas e quando você dá uma primeira olhada fica até meio perplexo com o tamanho do evento. Realmente é muito parecido com o que já vi em vídeos da San Diego Comic Con, guardadas as devidas proporções, fizeram uma emulação muito bem feito do evento americano.

Logo na entrada tem um balcão de informações onde você pode pegar uma mini revista que contém de forma resumida a agenda do evento e uma mini mapa bem útil.

Dei uma primeira rodada inicial só para medir a distância das coisas e ter as primeiras impressões.

ccxp20151207-046Em seguida cacei a sala de imprensa para carregar um pouco meu celular (um Moto G 2ª geração que come muita bateria) e me habituar com o local onde iria começar a trabalhar, no entanto ali me deparei com o problema que julgo mais grave quando falamos de cobertura do evento: falta de wi-fi.

Em um local fechado e grande como aquele, com muita gente reunida, o 3G é extremamente instável, pega bem em alguns lugares tipo a praça de alimentação e péssimo em outros (quase todos os outros lugares para quem tem chip da TIM como eu), então só estou conseguindo lançar essa cobertura vários dias depois pois não conseguia sinal para ir mandando os informes com mais agilidade (nem que fosse os releases da própria assessoria do evento).

ccxp20151207-049

Fiquei sabendo que em outra sala de imprensa (esta fechada inteiramente pela Netflix na sexta-feira) tinha wi-fi, o que digamos é algo bem injusto com tanta gente que foi cobrir o evento e de certa forma ajudar na divulgação.

Conversei com alguns jornalistas de mídias mais tradicionais como dois caras do jornal O Tempo aqui de MG e por trabalharem com um produto impresso se sentiram bem prejudicados e ressalto que não só eles, a reclamação era geral independente da mídia que cada um trabalhava. A minha vantagem de poder postar de qualquer local por ter um site foi para os ares devido a falta de internet. Lamentável…

Passada esta triste constatação, fui curtir um pouco o evento.

Rodei muitos stands e tudo era muito bonito visualmente, a organização de cada empresa mandou muito bem, pois não reparei em nenhum stand desleixado, apesar de alguns estarem com pouco conteúdo como foi o caso da Crunchyroll, que sinceramente não consegui entender o que apresentavam ali.

Fui conferir de perto e tirar fotos da piscina de bolinhas promovendo o filme Procurando Dory, que estava muito bonita visualmente e aparentemente era bem divertida.

Rodei em algumas lojas, mas como não sou colecionador, acabei não comprando nada.

ccxp20151207-065E algo que me chamou a atenção de verdade foram os action-figures/bonecos expostos no evento.

Finalmente entendi porque algumas pessoas são tão fascinadas com eles, pois os expostos em um evento desse porte são de um nível completamente diferente e eles realmente tem um charme todos especial.

Pelas fotos espalhadas pelas post vocês podem conferir vários e babei muito em alguns da Marvel e outros dos Cavaleiros do Zodíaco e olha que nem sou desses super fãs do anime.

ccxp20151207-038De fato tem muita coisa legal exposta no evento e nisso vale a pena demais participar. Tinham estátuas magníficas expostas, como uma do Odin e uma de Atena realmente incríveis.

Tinham os uniformes e armaduras tem tamanho real do Batman, Mulher-Maravilha e Superman, que eram bem legais, em especial o do Batman versão cavaleiro das trevas que estará no filme Batman vs Superman.

Estava rolando uma fila bem grande para pegar autógrafo e tirar foto com a Evangeline Lilly, mas sinceramente sou daqueles que não gosto de me desgastar no momento de lazer e não encarei fila pra nada, se tinha fila eu não ía.

Ainda assim conseguir tirar umas fotos da atriz em média distância e por sinal a Evangeline Lily me parece mais bonita pessoalmente do que nos filmes e séries, muito gata!!!

ccxp20151207-006E falando em não pegar filas, não fui conferir nenhum painel dos artistas grandes como Krysten Ritter, John Rhys-Davies, Frank Miller e David Tennant.

Conferi alguns momentos pelo telão fora do auditório, mas na boa, tem um erro grande do evento ao permitir que as pessoas que já conferiram uma atração possam continuar dentro do auditório e assistir a outra sem liberar espaço para que mais pessoas possam participar.

Isso acaba fazendo com que umas parcela pequena dos visitantes da CCXP realmente possam aproveitar esses painéis e como não sou fã fervoroso de nenhum desses artistas e ainda acho que posso ver entrevistas até melhores deles no Youtube, prefiro prestigiar as outras atrações que não exijam pegar filas quilométricas e frustrantes.

ccxp20151207-057

Voltando aos pontos positivos e estes proporcionados pelo próprio público, consegui conferir cosplays sensacionais dentro do evento. Fico de certa forma emocionado coma dedicação dessas pessoas em demonstrar sua forma de arte ou até mesmo fazer cosplays engraçados para divertir o público,

Nem vou entrar muito no mérito da babaquice que o Programa Pânico fez porque quem acompanha redes sociais já sabe do assunto e não quero dar ibope para isso.

Caso queiram saber mais acessem esse link: http://www.actionsecomics.com.br/2015/12/cosplay-polemica-reportagem-do-panico.html

Durante esse meio tempo de evento vi muita gente que faz conteúdo para internet como a galera do MDM, PH Santos, tirei uma foto com o Jovem Nerd, vi o pessoal do Omelete na sala de imprensa e rodando pelo evento, entre muitos outros conhecidos do grande público.

ccxp20151207-081

Não cheguei a comer nada na praça de alimentação pois levei bastante lanche de casa e também comi algumas coisas na sala de imprensa. Recomendo muito que se possível levem lanche de casa no ano que vem e pelo menos umas duas ou três garrafas de água, pois dentro do evento ela custa de 5 a 7 reais e lanche geralmente é acima de 20 reais, então mesmo dando fome ao longo do dia, o impacto financeiro pode ser menor.

Água não foi problema pra quem estava como imprensa, mas ouvi relatos que para os visitantes chegou a ser problemático pelo calor, em especial do sábado e pelas filas gigantescas. Fica a dica!

Vale muito mencionar a banda simulando os alienígenas tocando na cantina, direto de Star Wars Episódio IV… Muito divertido!!!

Após muito rodar, me divertir e tirar muitas fotos, estava na hora de ir embora, pois voltaria para BH às 23 horas do mesmo dia. Então por segurança encontrei meu novo amigo Euller às 19:30 e fomos embora às 20:00, dando tempo de chegar tranquilamente as 22:00 ou até um pouco antes na rodoviária e ali fiz um último lanche pra aguentar bem a viagem.ccxp20151207-077

Conclusão

Relatar toda a experiência da CCXP em palavras é bem complicado, mas acredito que essas mais de duas mil palavras e as fotos dão uma bela ideia do que é o evento.

Ano que vem pretendemos cobrir também em vídeo para que tudo fique mais completo para você que é nosso leitor.

Recomendo as pessoas a irem na CCXP, mas também recomendo que baixe as expectativas se for para ver artistas.

ccxp20151207-059A experiência nerd/geek é realmente incrível, no entanto as filas são um pouco frustrantes (algo que também ocorre em Comic Con’s do exterior) e que acabam limitando um pouquinho a experiência épica, mas que também não chegam a ser um fator determinante se você quer curtir um passeio muito divertido e agradável como eu queria.

Agradeço a assessoria do evento pela oportunidade concedida ao nosso site de fazer a cobertura e também peço para que a organização pense com carinho numa forma de diminuir o impacto de filas para os visitantes e que ano que vem coloquem wi-fi pelo menos na sala de imprensa.

ccxp20151207-023Mesmo com alguns problemas foi muuuuito bom pois entendi que não conseguiria ver tudo sem me frustrar com filas, então desencanei.

Para uma primeira experiência, FOI ÓTIMO, mas vale também o feedback dos pontos negativos para que cada vez mais a Comi Con Experience, se torne o evento nerd que o Brasil merece.

PS: Abraço especial ao meu novo amigo Euller aqui de BH e toda a equipe do site que me deu informações dos outros dias e contribuiu para uma avaliação geral do evento.

Exercicios Barriga


Gostou do post? Então que tal seguir o nosso Twitter e curtir a nossa página no Facebook para você continuar acompanhando todos os nossos posts sobre coisas nerds e cultura pop em geral, diariamente, em suas redes sociais.


Se você tem alguma sugestão de post, dúvidas, críticas e elogios, nos envie um e-mail para [email protected]. Queremos ouvir você, sua opinião é sempre muito importante para nós!


Você já faz parte do nosso Grupo no Facebook? Faça já parte e interaja com os redatores e outros leitores do site! Link para o grupo: https://www.facebook.com/groups/elite42