Jogos-Vorazes-Em-Chamas

Reality Shows absurdos, sanguinolência na TV, artistas e pessoas vivendo de aparência… Jogos Vorazes: Em Chamas trás tudo o que podemos chamar de “a realidade televisiva atual”.

Depois de um primeiro filme que surpreendeu muita gente por ser um filme “teen” com conteúdo e nos apresentar a excelente Jennifer Lawrence, a franquia Jogos Vorazes voltou com ainda mais força e uma Katniss muito mais apaixonante e imponente.

Em Jogos Vorazes: Em Chamas temos as consequências do que aconteceu no primeiro filme sendo trabalhadas de forma bem gradual e isso talvez seja um dos maiores méritos do filme, ao não querer apressar a história e partir logo para os jogos apenas para satisfazer a sede de ação dos espectadores mais impacientes.

Um dos pontos mais importantes para tornar um filme relevante para uma geração é a contextualização da história em relação à época em que o mesmo é lançado e Jogos Vorazes: Em Chamas é perfeito nesse sentido, como já citado, temos aqui um retrato da “vida glamourizada” entregue às pessoas como forma de mantê-las estagnadas em relação a dura realidade em que muitos vivem. O mais interessante é que talvez o filme dialogue mais com os povos subdesenvolvidos, enquanto grande parte dos blockbusters tentam claramente atrair o povo americano… mas obviamente essa é uma constatação parcial pois também temos muito do que é apresentado no filme sendo vivido em todos países do mundo, incluindo os Estados Unidos.

Na trama de Jogos Vorazes: Em Chamas temos Katniss sendo obrigada a conviver com a prisão emocional e física proporcionada pela sua sobrevivência nos primeiros jogos, ela é obrigada a viajar por cada um dos distritos acompanhada por Peeta enquanto o mundo vive uma grande instabilidade devido justamente à sua “rebeldia” durante  a 74ª edição dos Jogos Vorazes. Ela acaba se tornando o simbolo da resistência contra o sistema e mesmo não assumindo esse papel de forma explícita, a forma como Katniss demonstra ser uma mulher forte durante a projeção, convence o expectador e dá credibilidade a todas direções tomadas pelo roteiro (obviamente direcionado pelo livro).

Outros personagens que tornam tudo muito interessante e nos fazem imergir em um mundo de entretenimento sanguinolento são o presidente Snow e o apresentador dos Jogos… O primeiro realmente é um vilão convincente, que pensa apenas na manutenção do poder acima de qualquer princípio e o segundo dá um show com sua ironia e semelhança com apresentadores de “programas de domingo”.

Os pontos fracos em relação à atuação são justamente os dois “protagonistas” masculinos, Peeta e Gale, que não chegam a fazer feio, mas ficam muito à sombra da atuação magnífica de Jennifer Lawrence. Acredito que dois atores jovens com mais talento tornariam a experiência mais incrível ainda se chegassem perto da intérprete de Katniss, mas talvez seja pedir demais, pois Jennifer Lawrence é um caso raro de atriz jovem com um talento incrível.

Vale mencionar que após o sucesso comercial do primeiro filme, o orçamento do filme teve um upgrade considerável e isso é facilmente perceptível nessa continuação, pois os cenários e efeitos estão incríveis, tudo isso aliado à uma excelente direção de Francis Lawrence.

Enfim, Jogos Vorazes: Em Chamas pode ser considerado surpreendentemente um dos melhores filmes do ano e sem dúvidas o melhor para o público jovem (lembrando que o filme agrada também, e muito, o público mais velho e calejado) e agora é torcer para que Jogos Vorazes: Esperança (que será dividido em duas partes) seja tão bom ou melhor que Jogos Vorazes: Em Chamas, pois mantendo o nível deste, tem tudo para ser lembrada como uma franquia de respeito para o público de todas idades.

Filme recomendadíssimo!


Gostou do post? Então que tal seguir o nosso Twitter e curtir a nossa página no Facebook para você continuar acompanhando todos os nossos posts sobre coisas nerds e cultura pop em geral, diariamente, em suas redes sociais.


Se você tem alguma sugestão de post, dúvidas, críticas e elogios, nos envie um e-mail para [email protected]. Queremos ouvir você, sua opinião é sempre muito importante para nós!


Você já faz parte do nosso Grupo no Facebook? Faça já parte e interaja com os redatores e outros leitores do site! Link para o grupo: https://www.facebook.com/groups/elite42