“O bom filho a casa torna”. Quase todas as pessoas que gostam de filmes de super heróis eram unânimes em dizer que o Homem-Aranha estaria muito melhor no Universo Cinematográfico da Marvel e parece que dessa vez o clamor popular estava correto pois Homem-Aranha: De Volta ao Lar é sem dúvidas, junto com os dois primeiros filmes do Sam Raimi, excelente representação do cabeça de teia nos cinemas. A parceria da Marvel com a Sony já começou acertando ao escolher o agora promissor Tom Holland para o papel de Peter Parker.

O novo filme é muito focado na persona do adolescente, sendo o uniforme um mero detalhe para os atos do herói, inclusive este é um dos temas mais abordados durante o longa. A responsabilidade do homem por trás dos poderes e da máscara, tendo Tony Stark ((Robert Downey Jr.) e seu guarda-costas Happy como responsáveis por colocar a cabeça deslumbrada de Peter nos eixos, meio que substituindo a já manjada e clássica história do tio Ben. A presença de Stark é sempre sentida durante o filme, mas não chega a roubar a cena do Aranha como alguns acreditaram que aconteceria após o trailers. Uma boa analogia para dizer como é o comportamento de Peter à espera dos Vingadores, seria uma jovem estrela do futebol que é muito novo para tamanha responsabilidade, foi contratado por uma grande equipe e ainda não pode atuar deixando-o ansioso e o levando a fazer besteiras em sequência, o que trás a tona de forma brilhante a importância do velho título de Amigão da Vizinhança.

Outro grande acerto de Homem-Aranha: De Volta ao Lar é a escalação de Michael Keaton (Birdman) como vilão do filme vivendo o velho Abutre, antagonista clássico do Aranha. As motivações desse personagem são as mais claras e menos exageradas que podemos encontrar no Universo Marvel, colocando nos rols dos poucos bons vilões do estúdio, ao lado do carismático Loki de Tom Hiddleston e com algum esforço podendo citar também o Soldado Invernal. A motivação do vilão combina totalmente com o animal referenciado, pois o Abutre nessa versão, caça o resto de armas e peças deixada pelos alienígenas no ataque à New York que aconteceu no primeiro Vingadores e vende as armas modificadas para outros bandidos, tentando não chamar muita atenção. Ele faz isso para seu próprio sustento, para sobrevivência de sua família. Além disso o filme deixa bem claro que tudo é uma questão de sobrevivência e cadeia alimentar, que se fosse possível, ele viveria de outra forma e não vivendo dos restos dos poderosos. Claro que no fim das contas ainda é questionável cometer crimes para sobreviver, mas entendemos que existe uma lógica por trás das ações do vilão.

Um grande destaque do filme é o humor. Desde o início do filme até seu último crédito (literalmente) temos momentos divertidíssimos, com um humor adolescente sem ser apelativo ou ofensivo à inteligência dos telespectadores. O Homem-Aranha zuador dos quadrinhos está totalmente presente aqui, fazendo piadas até com filmes da concorrência (a voz intimidadora é sensacional)! Tom Holland dá um show e mostra que pode transitar tranquilamente de momentos inocentes até momentos dramáticos bem pesados, estes últimos principalmente próximos ao final do filme quando ocorre um twist muito legal.

As cenas de ação funcionam melhor quando o Homem-Aranha está enfrentando os bandidos comuns, pois apesar do Abutre estar ótimo como personagem, as cenas de ação envolvendo o vilão são em locais escuros, cortes rápidos e com muito CGI, o que dificulta um pouco o entendimento da ação. Temos também a participação do vilão Shocker de uma forma bem interessante, ele acaba sendo um vilão bem secundário, o que é o ideal pelo porte de seus poderes.

Os alunos da escola de Peter tem um papel bem legal no filme, em especial Ned Leeds (Jacob Batalon) em uma versão baseada no universo Ultimate e muito carismático. Temos também uma Liz Allen (Laura Harrier) cumprindo o papel de interesse romântico do Peter mas sem ser extremamente melosa, agindo como uma adolescente normal. Além dos dois também vale ser mencionada é Michelle, que apesar de não ter grande relevância na história, acaba tendo boas sacadas irônicas no filme e guarda uma referência importante que só conseguimos entender no final. Como observação, vale dizer que o Flash Thompson desse filme é completamente inútil no enredo, servindo apenas como escada para algumas situações. Curiosamente dessa vez não temos menção a Norman e Harry Osborn. Fiquem atentos pois há uma dica da existência de Miles Morales, o Aranha Ultimate, nesse universo.

A trilha sonora tem boas músicas, com destaque para a clássica Blitzkrieg Bop do Ramones e o tema do Aranha em uma versão diferente.

No final da sessão a sensação é totalmente positiva, pois Homem-Aranha: De Volta ao Lar é quase um filme da Sessão da Tarde, no melhor sentido, sendo leve, divertido, com personagens carismáticos e ação na medida certa. O filme fica devendo em algumas sequências de luta um pouco confusas, faltando também um momento memorável de explodir cabeças, para colocá-lo em um patamar de clássico dos filmes de heróis, pois no fim o que mais marca são as boas piadas e não alguma ação heroica ou momento épico. De qualquer jeito podemos afirmar tranquilamente que nós, fãs de filmes de heróis, estávamos certos, o Aranha precisava voltar para as mãos da Marvel pois Homem-Aranha: De Volta ao Lar se encaixa perfeitamente nesse Universo Cinematográfico e na visão deste que vos escreve, é um dos melhores filmes de origem de herói.

PS: As participações do Capitão América são sensacionais e a segunda cena pós créditos é imperdível!


Gostou do post? Então que tal seguir o nosso Twitter e curtir a nossa página no Facebook para você continuar acompanhando todos os nossos posts sobre coisas nerds e cultura pop em geral, diariamente, em suas redes sociais.


Se você tem alguma sugestão de post, dúvidas, críticas e elogios, nos envie um e-mail para [email protected]. Queremos ouvir você, sua opinião é sempre muito importante para nós!


Você já faz parte do nosso Grupo no Facebook? Faça já parte e interaja com os redatores e outros leitores do site! Link para o grupo: https://www.facebook.com/groups/elite42